Internacionalização de Compositores Portugueses – boas práticas

Academia de Musica Fernandes FaoCinquenta alunos (50) da Academia de Música Fernandes Fão, de Vila Praia de Âncora, partem hoje para Barcelona para se apresentarem em dois concertos, a 16 e 18 de Abril, na ‘Escola de Música e Dança de Sant Cugat’, onde interpretarão, exclusivamente, obras de compositores portugueses, em formação de coro e orquestra de cordas, no primeiro dia, e com solistas, no segundo.
Este projecto realiza-se num instituído programa de intercâmbio entre aquelas duas escolas, cumprindo um dos principais objectivos da Academia de Música Fernandes Fão – difundir a música e os compositores portugueses e a nossa cultura musical, nas suas várias vertentes.
Assim, a 16 de Abril, pelas 19:00 horas, na Aula Magna de Sant Cugat, o Coro interpretará obras de Zeca Afonso, Rui Reininho e Fernando Lapa, bem como algumas canções tradicionais portuguesas e a orquestra apresentará Carlos Seixas, Vianna da Motta e Francisco Lacerda.
No dia 18, no Auditório de Fusió, pelas 19:30 horas, serão tocadas obras de António Pinho Vargas, Frederico de Freitas, Ivo Cruz, Carlos Seixas, Fernando Lopes-Graça, Luiz Costa, Armando José Fernandes e António Vitorino d’Almeida.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Academia de Música Fernandes Fão, Compositores Portugueses, Educação Artística, Ensino Artístico Especializado, Música, Música Clássica com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

6 respostas a Internacionalização de Compositores Portugueses – boas práticas

  1. Parabéns pela iniciativa !

  2. Anabela Espada diz:

    Parabéns pela iniciativa.

  3. Elias Jahn diz:

    Excelente. Nunca é demais dar divulgação às obras dos compositores portugueses e o melhor de tudo penso que ainda seja a performance das mesmas ao vivo. Fiz recentemente um trabalho pra universidade em que, ao fazer as devidas pesquisas, me deparei com alguma falta de divulgação e até mesmo falta de gravações (decentes) no youtube, por exemplo. O que é pena tendo em conta a grande qualidade de algumas das obras. Aproveitei e escrevi logo um post no meu blog sobre os compositores em questão, com exemplos musicais…

    • DiFundART diz:

      É verdade, Elias Jahn, que há falta de gravações da música de compositores portugueses. No entanto, procurar no Youtube ‘2nd renaissance’ poderá encontrar vários excertos.
      Obrigado pelo comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s