Isabel Soveral – Concerto Monográfico An Autumn Night’s Dream

Isabel SoveralA Isabel Soveral, compositora, será dedicado, no próximo dia 3 de Novembro, às 21:30 horas, no Auditório do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, um Concerto Monográfico, “An Autumn Night’s Dream“, onde estreará uma obra inspirada em textos de Shakespeare e dedicada a Frances M. Lynch, excepcional soprano, que se deslocará para interpretar, ela própria com o seu ‘Electric Voice Theatre‘, todo o concerto.
Este concerto monográfico está inserido no ‘Festivais de Outono 2011‘, sob a direcção artística de António Chagas Rosa, que decorre em Aveiro, entre os dias 4 de Outubro e 18 de Novembro, tendo a edição deste ano como figura de destaque o compositor português Frederico de Freitas (1902-1980).
Frances M LynchSó a rara oportunidade de ouvir Frances M Lynch a actuar em Portugal seria motivo bastante para justificar a presença no “An Autumn Night’s Dream”.

ficha técnica:

Compositora – Isabel Soveral
Voz – Frances M Lynch
Encenação – Paulo Bernardino
Fotografia – Sofia Moraes e Miguel Ribeiro
Textos: Sonetos de Shakespeare
Electric Voice Theatre e Departamento de Comunicação e Arte

Ordem de apresentação dos sonetos:

Soneto nº 64 – When I have seen by time´s fel hand defaced…
Soneto nº 76 – Why is my verse so barren of new pride…
Soneto nº 59 – If there be nothing new, but that which is…
Soneto nº 107 – Not my own fears, nor the prophetic soul…
Soneto nº 65 – Since brass, nor stone, nor earth, nor boundless sea…
Soneto nº 14 – Not from the stars do I my judgement pluck…

Texto de Isabel Soveral sobre o concerto:

‘Why is my verse so barren o f new pride…’ é uma peça que pertence a um ciclo mais vasto de obras com textos de Shakespeare. Este ciclo caracteriza-se por um trabalho de composição para voz e electrónica. No caso do espetáculo ‘An Autumn Night’s Dream’, duas obras deste ciclo são intercaladas por outros sonetos recitados ao vivo.
Foi criada música electrónica para todo o concerto, que tem também uma vertente cénica criada pelo escultor Paulo Bernardino. As obras cantadas foram dedicadas a Frances M Lynch que será a intérprete de todo este espetáculo.
A obra ‘Why is my verse so barren o f new pride…’ é uma encomenda dos Festivais de Outono.

Isabel Soveral

Anúncios
Esta entrada foi publicada em DiFundART, Electric Voice Theatre, Frances M Lynch, Isabel Soveral, Música, Música Contemporânea com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s